Avançar para o conteúdo

O que vicia a bateria do celular?

O que vicia a bateria do celular

Bateria de celular viciada é verdade ou mito?

Atualmente o uso do celular é algo praticamente indispensável para a maioria das pessoas. Por isso há sempre uma busca por saber o que vicia a bateria do celular afim de evitar isso e não passar por problemas.

Afinal, ninguém quer ficar na rua e vê-lo desligar justamente em um momento importante. Portanto, confira abaixo algumas dicas fundamentais para entender melhor o funcionamento dos smartphones e como ter um melhor resultado com a bateria.

O que seria uma bateria viciada?

É comum falarem de bateria viciada quando o assunto é celular ou notebook. Isso é usado para se referir quando um aparelho precisa ser carregado constantemente.

Se antes o celular ficava 24 horas sem precisar de carga, depois de um tempo passa a precisar de menos, até que em um mesmo dia seja preciso carregar duas ou três vezes.

Bateria realmente vicia?

Muitas das vezes algumas formas de falar tornam-se populares, mas o fato nem sempre é totalmente real. Além disso, a tecnologia vai evoluindo e o que era válido para o passado, acaba não valendo para o presente.

É o caso das baterias de celulares. Antigamente estas eram feitas de níquel cadmo, possuindo memória e resultando realmente em um vício devido ao carregamento ou uso incorreto.

No entanto, hoje as baterias são de ion de lítio, portanto, não ocorre um vício.

Isso porque diferentemente de antes, quando ao você carregar por um determinado período seguidas vezes, o celular padronizava esta nova necessidade, dessa vez é totalmente diferente.

Por conta desta mudança também que não é mais necessário, por exemplo, fazer uma primeira carga assim que comprar um novo celular.

Assim como não se deve recomendar mais consumir a carga até o final antes de colocar para carregar.

No entanto, mesmo não precisando se preocupar mais com o que vicia a bateria do celular, ainda é possível é tomar certas atitudes que garantam um melhor desempenho.

Porque a atenção agora tem que ser em garantia que a vida útil da bateria seja mais longa. Pois algumas condutas vão reduzindo lentamente a qualidade da bateria.

Só que repito, isso não causará um vício e sim problemas futuros para a bateria, que também exigirá mais cargas, mas também apresentará outras oscilações.

10 dicas para melhorar a vida útil da bateria

Por mais que não seja exatamente o que vicia a bateria do celular, pois você já viu que isso mudou, algumas atitudes vão fazer com que a bateria dure mais meses. Com isso você não vai ter dificuldades depois de 1, 2 ou 3 anos com o mesmo modelo.

Carregue aos poucos

Um dos principais mitos de o que vicia a bateria do celular é ficar carregando várias vezes. Isso de fato já existiu no passado, mas não com os modelos atuais. Agora é até recomendável que você não deixe por longo tempo até carregar de 20% até 100% de uma só vez. Experimente fazer mais carregamentos de 40% a cada vez.

Aplicativos em segundo plano

Algo que também consome muito a bateria são os aplicativos em segundo plano. São aqueles que mesmo você não acessando ficam recebendo e atualizando informações, como instagram e facebook, por exemplo. Portanto, sempre que possível os feche e faça com que a bateria dure mais.

Brilho da tela

Outro fator que precisa ficar atento é o brilho da tela. Isso porque se estiver em um nível muito alto isso consumirá um volume bem elevado da bateria. Além de exigir que se carregue mais rápido, isso ao longo do tempo também reduzirá a qualidade de vida da bateria.

Desligue o celular sem sinal

Caso você esteja em um local sem sinal e que já percebeu que isso não vai mudar, desligue o celular. Isso porque o aparelho fica buscando automaticamente o sinal a todo instante, o que faz com que a temperatura interna fique mais elevada, causando danos a sua bateria.

Não deixar a bateria chegar a 0%

Uma das maiores polêmicas sobre o que vicia a bateria do celular é o momento da carga. Tem quem diga que é preciso descarregar por completo até colocar na tomada, outros que não se pode fazer isso.

E a resposta é que você tem sempre que evitar a carga chegar a 0%. Aliás, o recomendável é que você sempre mantenha o celular com pelo menos 20%. A maioria dos aparelhos hoje inclusive já até avisam quando a taxa está mais baixa que isso.

Além disso, você pode recarregar sempre que quiser, como alertamos acima.

Cuidado com o calor

Assim como falamos do superaquecimento por conta da busca por sinal, qualquer tipo de calor é prejudicial para a bateria. Portanto, não deixe o seu celular exposto ao sol, nem mesmo em superfícies quentes.

Isso poderá estragar o aparelho e fazer com que você tenha problemas com a bateria mais cedo.

Carregue sem a capa

Outra recomendação que tem ligação com o risco de superaquecimento é o uso da capa. Esta é fundamental para evitar quebras, porém, na hora de carregar o recomendável é que você as retire para evitar qualquer surpresa.

Preferência por carregadores originais

Pode parecer defesa da marca, mas quando as empresas pedem que compre apenas carregadores originais realmente tem fundamento.

Claro que diversas marcas garantem o carregamento desejado, porém, o original traz exatamente o tipo de alimentação que a sua bateria precisa. Por isso, ao usar algum outro isso pode acabar causando danos a sua bateria.

Evite carregar no notebook ou carro

Neste caso não é um impedimento, mas as cargas em notebooks e nos carros podem oscilar e isso também danificar a bateria a longo prazo.

Não utilize durante as cargas

Outra recomendação que não chega a ser uma proibição é a de não usar o celular enquanto está carregando. Isso porque afeta diversas fatores, como superaquecimento, demora da carga e também um desgaste da bateria que terá um gasto próximo do que já está tendo ao carregar.

Vale lembrar mais uma vez que hoje não tem mais o que vicia a bateria do celular, mas sim garantir a durabilidade do aparelho.

 Veja também: Como espelhar iPhone na TV