Dicas de Melhores

Melhor Bicicleta Infantil: Como Escolher?

melhor bicicleta infantil

Quer saber qual a melhor bicicleta infantil para comprar para seu filho ou sua filha? Confira uma lista dos modelos mais incríveis do mercado!

Conforme os pequenos vão se desenvolvendo, chega uma hora em que eles se interessam por aprender a andar de bicicleta. Além de uma diversão, é uma forma de desenvolverem sua motricidade e de criar um hábito saudável desde cedo. Mas claro que para isso é preciso ter a melhor bicicleta infantil que eles puderem ter.

Pensando nisso, fizemos uma lista com alguns dos melhores modelos que você pode encontrar nas melhores lojas. São bicicletas para variadas idades da infância, com marcas de qualidade e que certamente vão fazer você desejar ser criança novamente só para andar nelas! Confira!

Melhor bicicleta infantil: 9 modelos

 

Na lista a seguir você verá modelos que os fabricantes indicam para meninos e modelos que eles indicam para meninas. Claro que isso não é algo fixo, uma vez que o gosto da criança também deve ser levado em consideração. Em primeiro lugar, você deve valorizar a qualidade do material e até mesmo a qualidade da marca e sua história no segmento.

Como o banco da Cross BMX Light é ajustável em termos de altura, permite que seja usada por crianças de seis anos a adolescentes de dezesseis, desde que o peso máximo do usuário não ultrapasse os 60 quilos. Isso mesmo: em termos de custo-benefício talvez seja a melhor bicicleta infantil que você vá ler sobre hoje.

O aro é em alumínio, enquanto o quadro é em carbono. Os freios são em V-Break, que não são o melhor tipo disponível atualmente, mas ainda assim são de ótima qualidade e cumprem com o que é esperado deles. O banco é poliuretano, o que é uma qualidade superior aos bancos da maioria das bicicletas infantis.

 

O que pode ser facilmente observado num dos primeiros modelos da lista, a First Pro. A First Pro tem aro 14, o que significa que ela é ideal para crianças de quatro a seis anos de idade. Mas isso não significa que não tenha sido pensada com o cuidado que só uma marca expert no segmento pode ter.

Ela é toda em alumínio, com freio a disco e com todos movimentos funcionando com rolamentos. Ou seja: é como ter uma bicicleta adulta no tamanho infantil. Os pais, portanto, podem ficar mais tranquilos se adquirirem essa bike.

Afinal, ter freio a disco e ter rolamentos nos movimentos significa maior segurança, conforto e desprendimento para quem está aprendendo a andar. Ah, e não podemos esquecer das rodinhas na parte traseira da bicicleta, para facilitar o início do aprendizado de seu filho ou de sua filha.

Essa bike é recomendada para crianças de até 25 quilos, por isso preste atenção nisso. O modelo pesa em torno de 6,8 quilos, o que é leve para os pais carregarem, mas pode não ser leve para a criança.

Esse modelo já é um pouco superior em termos de qualidade em relação à First Pro. Em termos de freio talvez fique atrás do modelo anterior, visto que os V-Breaks que fazem parte da Tech Boys são uma tecnologia anterior aos freios a disco. Ainda assim, é garantia de uma frenagem suave, sem tantos impactos e sustos que possam fazer com que o pequeno caia da bicicleta.

É importante falar também que toda a bicicleta é feita em aço carbono, com pintura eletrostática. Até por esse motivo ela é mais pesada, chegando quase aos 10 quilos! Isso, no entanto, tem uma vantagem. Como ela é mais resistente e feita com material mais durável, as quedas que ela sofrerá durante o processo de aprendizagem da criança não irão afetar tanto sua estrutura.

Outro fator importante que pode lhe conquistar na Tech Boys é seu limitador de giro de guidão. Isso evita que o guidão dê aquele giro completo em torno do próprio eixo. É uma forma de preservar a integridade dos freios e, acima de tudo, é claro, da criança. É ideal para crianças de até 30 quilos.

Falando especificamente da Minnie, ela é uma bicicleta voltada para crianças de 5 a 7 anos, que pesem até 25 quilos. O freio dianteiro é em cantilever, que é um tipo de freio já em desuso em bicicletas adultas, modernas e profissionais, mas que não é ruim em bikes infantis. Já o traseiro é freio a tambor, que é muito semelhante ao freio a disco. É, portanto, uma mescla que garante ao pequeno bastante qualidade na frenagem.

O quadro da Minnie é monotubo em aço carbono. Assim como a Tech Boys, ela chega quase aos 10 quilos de peso, fixando-se em 9,8. Por isso, para uma criança de 5 a 7 anos, com até 25 quilos, pode ser um bocado pesado transportá-la sozinha. Cabe aos pais, portanto, supervisionarem esse transporte, pois se a bicicleta cair em cima da criança, certamente irá machucá-la.

Apesar disso, ela é confortável. O banco é em espuma e com capa de PVC. Tanto meninos quanto meninas podem usá-la sem reclamar de dores ao sentarem-se no selim.

Assim como os demais modelos, vem com as rodinhas que facilitam o aprendizado nas primeiras pedaladas. Os freios merecem destaque, pois são a tambor, o que faz da frenagem da Liga da Justiça uma frenagem de qualidade muito boa.

O guidão tem regulagem de altura, o que permite uma ergonomia muito melhor. Há, também, a tecnologia que limita o giro do guidão. Isso evita, como se sabe, alguns acidentes quando as crianças ainda estão aprendendo a controlar a bike.

Os pneus são em EVA, para fornecer melhor performance. Há um cobre-corrente integrado, o que evita que o óleo da correia suje a criança e mesmo que a criança possa se machucar de alguma forma. O banco é acolchoado, portanto não precisa se preocupar com a criança se machucar por ficar muito tempo pedalando.

A Bandeirante, assim como a Caloi e a Nathor, tem identidade brasileira e atua há décadas no mercado nacional. É mesmo uma fabricante que você pode confiar.

Dada essa explicação, a Expert aro 20 da Caloi é indicada para crianças de 7 a 10 anos, que pesem no máximo 40 quilos. Ela tem 11, 8 quilos, e o quadro é feito em aço, o que dá uma sensação ainda maior de peso. Os freio, por sua vez, são V-Break, em alumínio. Não são tão bons quanto um freio a disco ou a tambor, mas cumpre o papel de forma satisfatória.

Ela é ideal para quem já sabe andar, visto que não vem rodinhas e tampouco com outros acessórios de segurança que você viu em modelos acima. O guidão é estilo BMX, o que dá mais estilo e mais conforto na hora de guiar e conduzir a bike. O banco é ajustável, mas não é tão macio quanto os exemplares anteriores.

Bicicleta infantil aro 20 Monster High da Caloi

Específica para fãs da Monster High, essa bike da Caloi é de uma qualidade incrível. Ela é ideal para crianças dos 7 aos 11 anos, que já tenham certa autonomia e prática em pedalar. Obviamente não vem com rodinha, portanto não é ideal para crianças que estejam começando a aprender.

O quadro e o garfo da bicicleta são em aço carbono, enquanto os aros são em zinco. Tanto a alavanca dos freios quanto os freios em si são em alumínio. Os freios são V-Break, o que é o tipo mais comum encontrado nos modelos infantis de bicicleta. Por isso nem sempre a melhor bicicleta infantil terá um freio superior a esse.

Uma característica importante desse modelo Monster High da Caloi é a presença de troca de marchas ou de velocidades. Ela possui sete velocidades. Isso é uma forma de a criança modificar o estilo de sua pedalada aos poucos, experimentando níveis de dificuldade maiores conforme o seu gosto. Há também um pedal para descanso da bicicleta.

 

Ela é bastante semelhante ao modelo anterior da Caloi. É toda em aço carbono rebaixado. Os freios são um pouco melhores. Apesar de serem V-Break, são em nylon, o que dá um pouco mais de qualidade a esse tipo de frenagem. Os pedais também são em nylon, enquanto os aros são em alumínio.

O banco é regulável em termos de altura, por isso crianças dos oito aos onze anos podem usá-la sem qualquer problema. Assim como o modelo da Caloi, possui sete velocidades diferentes. A alavanca é modelo Grip Shift, o que proporciona troca rápida e confortável das marchas. A Ciclone acompanha pedal de descanso lateral.

O quadro e o garfo são em aço, enquanto as rodas são em alumínio. É, portanto, leve, o que possibilita uma prática desportiva agradável e confortável por horas. Tanto o freio dianteiro quanto o traseiro são V-Break em alumínio. Dão conta do recado e trazem segurança tanto à criança quanto aos pais, que podem ficar menos preocupados com a integridade física do filho.

Se você achava que sete velocidades eram mais do que bom para uma bike infantil, surpreenda-se com as vinte e uma marchas que a Max oferece. O sistema de troca de marcha é Grip System em PVC, para facilitar o câmbio sem que o usuário desvie a atenção do caminho que percorre.

Qual a melhor bicicleta infantil?

Escolher a melhor bicicleta infantil não é mesmo uma tarefa fácil. Há muitos fatores a considerar e obstáculos a vencer. Um deles, e talvez o mais difícil, é a própria criança. Nessa fase os pequenos são muito voluntariosos, impositivos e costumam ser muito apegados aos seus gostos. Se uma criança decidir que quer muito a bicicleta da Liga da Justiça, mas você achar que outra é melhor, será algo difícil de mediar.

Por isso, para escolher a melhor bicicleta infantil para o seu filho você terá de ter paciência e jogo de cintura. Leve a criança para escolher ou mostre para ela os modelos no computador. Tente explicar de forma que ela compreenda que o modelo X é melhor não pela estampa que tem, mas porque é mais seguro. Nenhuma criança gosta de se machucar e de chorar, e talvez a argumentação possa ir por aí.

Pense também na qualidade do banco e principalmente dos freios. Leia sobre os tipos de freio existentes atualmente e quais são os melhores. As crianças não tem um controle pleno da bike quando são muito pequenas e estão aprendendo. Mesmo quando já tem certa prática, pode ser difícil para elas manter o equilíbrio. Nesse sentido, freio de alta qualidade são indispensáveis para que haja segurança.

Por fim, analise todos os fatores e busque sempre um produto de qualidade inquestionável. A equação é simples. Melhor bicicleta infantil: melhor preço, freios modernos, estampa chamativa para a criança.

Dicas: como ensinar uma criança a andar de bicicleta?

melhor marca de bicicleta infantil

Todos nós já fomos crianças um dia e já passamos pela fase de aprender a andar de bicicleta. Aquela frase popular é verdadeira: andar de bicicleta é algo que nunca se esquece. Mas até aprender, o processo todo pode ser um pouco longo e mesmo complicado tanto para os pais quanto para os filhos. Mesmo a melhor bicicleta infantil da lista não irá ensinar a criança a pedalar sozinha.

Portanto, para que ninguém se estresse, veja algumas dicas para ensinar seus pequenos a pedalarem.

1. Tenha calma

Calma, paciência e bom humor: essa tríade não pode faltar a nenhum pai ou mãe que queira ensinar o filho a pedalar. As crianças são super sensitivas e sabem muito bem como está nosso humor e o que estamos sentindo em relação a elas. Tenha certeza de que será muito difícil para seus filhos se sentirem bem com a experiência se você não transmitir isso a eles.

2. Inspire confiança

Confiança é fundamental em qualquer tipo de aprendizado. Imagine só se o aprendizado envolver a chance de cair no chão e se machucar caso algo dê errado. Nesse sentido é de suma importância que você inspire confiança e tranquilidade aos pequenos. Motive-os. Diga que na idade deles você também passou por isso, e que eles também irão conseguir quando estiverem prontos.

Para os pequenos é importante saber que não irão desapontá-lo se não conseguirem sucesso. Felizmente ou não, eles passam muito tempo da infância e até da vida adulta tentando agradar e satisfazer as expectativas parentais. Por isso deixe claro que confia neles acima de tudo e que não há qualquer problema em cair.

3. Não saia de perto

Ensine o básico de andar de bicicleta. Sentar no banco e colocar as mãos firmes no guidão. Segure no banco, por trás, e oriente a criança e dar as primeiras pedaladas. Não saia de perto, sob hipótese alguma, principalmente sem aviso. O susto pode ser determinante para uma queda brusca e para que a criança não queira mais tentar.

4. Escolha locais planos

Seja inteligente na hora da escolha dos locais de prática. Uma lomba com certeza não é o ideal para que uma criança aprenda a pedalar. Ela não só irá cair e se machucar feio, como não vai mais confiar em você. Dê preferência a locais planos, sem buracos e sem obstáculos que possam interferir no caminho. Nem mesmo a melhor bicicleta infantil supera pedra e desnivelamentos no chão.

5. Ensine primeiro a estabilizar a bicicleta

Pode parecer que não, mas aprender a andar de bicicleta é um processo quase que intuitivo. Claro que há pessoas que passam a vida toda sem saber, mas normalmente é porque não foram estimuladas ou foram estimuladas do jeito errado. Por isso não atropele os passos: a primeira coisa é ensinar a criança a ter equilíbrio.

Como dito anteriormente, vá conduzindo a bicicleta por trás, segurando no banco, enquanto ela pedala. Aos poucos, e com a repetição, você pode começar a soltar o selim. Isso deve ser gradual e com o consentimento da criança. Por isso é ideal que tenham algumas sessões com você segurando o banco antes de perguntar a ela se pode largar o selim.

6. Não use bicicletas com rodinha

Isso pode parecer controverso, já que há décadas as crianças usam bicicletas com rodinhas antes de aprenderem efetivamente a andarem sem elas. A questão é que as rodinhas servem como “muletas”. E como todas as muletas, elas acabam fazendo com que psicologicamente as crianças pensem que é impossível pedalar sem elas.

Nesse sentido, há duas opções. Desde a primeira vez começar a praticar sem rodinhas, buscando o equilíbrio da criança, com você guiando. Essa é a forma mais segura, de certo, modo, já que você controla o processo junto do pequeno.

Mas recentemente tem havido uma alternativa. São bicicletas para crianças bem pequenas, que não vem com rodinhas e nem com pedais. São chamadas de bicicletas de equilíbrio. A criança usa ela sozinha e vai, aos poucos, de forma autônoma, treinando seu equilíbrio em cima do objeto. Claro que os pais devem acompanhar os filhos, mas é uma forma de acelerar o processo e dar autonomia.

Por fim, o mais importante mesmo é ter tranquilidade e paciência. Cada criança tem a sua hora e tem seu ritmo de aprendizado. Pressioná-la certamente vai fazer com que desista rapidamente e não queira continuar o aprendizado. Por isso invista, sim, na melhor bicicleta infantil que puder, mas invista ainda mais em garantir a segurança emocional e psicológica da criança na hora da diversão.

 

 

Crédito das imagens: Pixabay, Pxhere, Submarino e Lojas Americanas