Guia Prático

Como Economizar Água? 17 Dicas Para Baixar as Contas

dicas para economizar água

Ajude a salvar o planeta e o seu bolso ao economizar água.

Economizar água não é nenhum mistério. Mesmo assim, tem muita gente que não consegue diminuir a conta no final do mês. A verdade é que não adianta apenas lembrar de fechar a torneira ou lavar o carro apenas com balde.

Evitar o desperdício envolve outras ações mais frequentes que acabamos por esquecer. A importância de se economizar água potável, por exemplo, é crucial. Reaproveitar a água do banho para o vaso sanitário é bacana, mas essa água é insalubre e não poderemos bebe-la.

Falta água no mundo

Bilhões de pessoas morrem de sede

A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que pelo menos 2,5 bilhões de pessoas no mundo não têm acesso à água potável. Isso significa que podem morrer de sede ou ter complicações por beber de fontes contaminadas.

E não estamos falando de países na África! Bem pertinho da gente, no Brasil mesmo, isso é uma realidade. Por isso, a importância de economizar água. É preciso pensar nos outros e nas consequências dos nossos atos no planeta.

O maior recurso hídrico do mundo, atualmente, está na Groelândia. E, com o aquecimento global, ele está diminuindo a cada dia. Se colocarmos no papel a porção de água disponível, de fato, para consumo em todo o mundo, você verá que é bem pouco: 0,26%. Isso equivale a 13 gotas em um balde de 10 litros.

Por isso, para que ela não falte no futuro, a dica é mudar alguns hábitos na rotina e fazer da economia uma aliada para evitar a escassez e, de quebra, ainda economizar na conta do fim do mês.

Dicas para economizar água

verifique as torneiras

Confira algumas dicas e informações que farão você pensar duas vezes antes de abrir a torneira novamente.

1. Reaproveitando a água da máquina de lavar

Por que usar água potável para serviços de limpeza? Se existe a possibilidade de reaproveitar água, não deixe passar! Aquilo que sai da máquina de lavar roupas não é potável, mas ainda pode ter outra utilidade.

Se você for reformar a sua casa, pode criar, no encanamento, um sistema de reaproveitamento direto, como falamos acima. Ou seja, o que sobra da máquina vai direto para a caixa do seu vaso sanitário e faz com que as suas descargas sejam “ecológicas”.

Se esta não é uma opção, você pode simplesmente retirar a água com o cano que se encontra atrás da máquina e desviar o fluxo para um balde. Com ela, poderá lavar o carro ou o pátio.

Dependendo da quantidade de enxagues, conseguirá juntar até três baldes cheios. Agora, pense: se você lava roupa todos os dias, quantos baldes está jogando fora?

2. Esqueça o banho demorado

chuveiro

Ninguém aqui está dizendo para você deixar de tomar banho, longe disso! Banho é bom e é preciso. Entretanto, ninguém necessita ficar embaixo da água até sentir os dedos murcharem.

O problema é que, quando entramos no banho, nos esquecemos do mundo. Então, uma boa ideia é usar o despertador do seu celular.

Coloque o cronômetro para aproximadamente 10 minutos. Vá diminuindo conforme vê que consegue se lavar rapidamente.

E não se esqueça de desligar a água enquanto se ensaboa ou se depila. Mantenha um balde no chuveiro para armazenar a água que corre até que atinja a temperatura adequada. Use essa água para lavar o banheiro, na descarga ou para regar as plantas.

3. Nunca abra a torneira no máximo

Porque, convenhamos, na maioria das vezes nem tem necessidade. Quando for lavar as mãos, molhe-as e feche a torneira enquanto passa o sabonete.

Só volte a abrir quando for enxaguar. É até mais higiênico, pois assim terá mais atenção na hora de espalhar o sabão.

Como economizar agua escovando os dentes? Faça o mesmo processo que com as mãos. Evite encher a escova com muita pasta, pois depois fica mais difícil de remover o excesso. Você já parou para pensar quantos litros de água gasta para escovar os dentes?

Se escova os dentes em cinco minutos, desperdiça cerca de 12 litros de água potável. É muito!

4. Sempre verifique se fechou bem a torneira

Em casa a gente faz isso com mais frequência. Mas na escola, na faculdade, no trabalho e em shoppings não nos preocupamos muito. É preciso ensinar seus filhos como economizar agua na escola, já que eles seguirão os seus exemplos.

Uma boa dica é alerta-los que as torneiras devem ser bem fechadas para evitar o gotejo. Em alguns lugares, as torneiras são temporizadas e é preciso apertar apenas uma vez para que saia a água.

Depois de alguns segundos, ela volta ao normal e para de jorrar. Entretanto, pode acontecer de o botão ficar preso. Por isso fique atento e ensine os outros a prevenir o desperdício.

Você sabia que, por mês, 96 mil litros de água potável podem ser desperdiçados se houver um buraco de dois milímetros em um cano?

5. Use garrafinhas

use garrafinhas

Ao utilizar os bebedouros sem garrafinha, desperdiçamos muita água. Optar pelo copo plástico não é bom. O plástico é poluente e usamos apenas uma vez e já vai para o lixo.

Então tenha consigo uma garrafa própria para o consumo de água e volte a enche-la sempre que necessário. Além de bom para a natureza, isso é bom para você, uma vez que fará uma maior ingestão de líquidos ao longo do dia.

6. Use a máquina de lavar louça

As máquinas de lavar louça usam pouquíssima água, muito menos do que desperdiçamos ao lavar a mão. Um segredo para não ficar com a louça suja o tempo todo é ter peças extras.

Não ligue a máquina desnecessariamente, opte por fazer isso apenas quando estiver cheia. Assim economiza na luz também.

Uma lava-louça mais eficiente gasta até oito litros por ciclo e é capaz de lavar 60 itens. De acordo com a Sabesp, lavar a louça com a torneira meio aberta durante 15 minutos consome 117 litros de água em casa e 243 litros em apartamento. Uma diferença bastante considerável, não?

Se não tiver opção de ter uma lava-louça em casa, deixe a sua louça suja toda de molho em água quente. Assim, precisará de menos água na hora de lava-la.

7. Adote a postura preventiva

ensine seus filhos a economizar água

Esteja sempre alerta e sirva de exemplo para a comunidade a sua volta. Comece pelos seus amigos e filhos. Mostre para eles como evitar o desperdício de água na escola, no trabalho e no cotidiano.

Isso ajuda a espalhar a ideia e conscientizar as pessoas. Quanto mais gente aderir, mais água potável será possível poupar.

No seu condomínio, por exemplo, pode sugerir revisões periódicas da caixa de água e dos encanamentos. Isso diminuirá o risco de vazamentos.

8. Não use a mangueira

Seja por que razão for, lavar o carro ou regar plantas, a mangueira é uma forma evidente de desperdício. Para o jardim, prefira o regador e despeje a água direto nas raízes das plantas.

A cada 15 minutos de mangueira aberta, desperdiça 180 litros de água.

Para lavar o carro, pode usar um balde com uma esponja específica. Também pode ser esperto e ensaboar o carro sempre que notar que vai chover. Assim a natureza faz o resto por você!

9. Não lave as frutas e legumes em água corrente

Para higienizar os vegetais, frutas e legumes utilize um litro de água para uma colher de água sanitária por cerca de 15 minutos. Após, transfira os alimentos para uma solução de duas colheres de vinagre para um litro de água e deixe-os por 10 minutos.

Suas frutas e legumes ficarão mais limpos e você evitará o desperdício de lavá-los na torneira. Pode fazer soluções como esta para limpar a casa e utensílios de cozinha, evitando lavagens menos vantajosas.

10. Cuide bem da sua piscina

cuide da piscina

Piscinas grandes devem ter a água tratada para evitar a troca. Por isso devem ser cobertas com lona se não estiver em uso para evitar a evaporação.

Em meses mais amenos ou de frio, informe-se sobre como manter sua piscina vazia ou com cobertura. Quando encher novamente, o aconselhado é manter a linha d’água 10 a 15 centímetros abaixo do nível das margens para evitar que transborde.

11. Fique de olho no seu registro

fique de olho no registro

Não adianta se preocupar apenas com os escapes visíveis de água. Periodicamente feche o seu registro e verifique se continua contando o relógio, para detectar vazamentos menos relevantes. Uma gota vazando por segundo são 30 litros de água desperdiçadas por dia.

12. Faça xixi no banho

Parece absurdo, mas cada descarga joga fora e inutiliza 100 litros de água. Uma alternativa é fazer xixi durante o banho. Claro, nem sempre é possível e muito menos devemos segurar a vontade até a hora de nos lavarmos.

Então, outra dica para evitar múltiplas descargas é faça xixi em conjunto. Ou seja, em casa de manhã, espere todos os membros da família urinarem para dar uma única descarga.

Não há motivos para ativar a descarga cada vez que alguém vai fazer o número um se mais outra pessoa vai usar em seguida. E, se você tem intimidade com seus amigos e familiares, essa acaba por ser uma alternativa extremamente consciente.

13.  Cuide do seu vaso sanitário

Falando em xixi, vaso sanitário não é lixeira. Em alguns países da Europa, é muito comum jogar papel higiênico no vaso. Porém, lá, o papel é biodegradável.

No Brasil, isso ainda não é uma realidade. E o papel não se desmancha com facilidade, podendo resultar em entupimentos e até vazamentos. Cuidar do seu vaso sanitário é uma forma de economizar água, pois demonstra uma atitude preventiva.

14. Invista nos seus animais de estimação

Sabe aquele pote de água parada que deixamos para nossos gatos e cães? Esqueça isso.

Além de ser um desperdício, é também uma ótima fonte para o mosquito da dengue. Em vez da vasilha, opte pelo bebedouro automático.

Com apenas 12 litros de água, o bebedouro fica renovando a água dentro de si mesmo, através de um filtro de carvão. Então, aquela água nunca vai fora.

E seu bichinho agradece, principalmente no verão, pois ele terá acesso a água limpa e corrente a qualquer momento.

Pode parecer caro, pois cada bebedouro gira em torno de 130 reais. Entretanto, a longo prazo, compensa as inúmeras vasilhas que você jogou fora no final do dia. Sabe onde comprar? Tem à venda aqui, nas Lojas Americanas.

15. Gatos não precisam de banho

Ainda sobre animais de estimação. Os gatinhos são animais praticamente autolimpantes. Mesmo assim, em alguns casos, você pode precisar ter que limpá-los.

Quando for necessário dar banho no seu gato, em situações extremas, não precisa fazer isso com muita água. Na verdade, pode preparar uma solução, passar em uma toalha e usá-la para limpar seu bichinho.

Não só é consciente, como é melhor para ele. A medida ideal para fazer a solução é um copo de água morna, uma colher de sopa de vinagre de maçã e uma colher de sopa rasa de bicarbonato de sódio.

Misture tudo em uma vasilha maior, pois o vinagre e o bicarbonato vão reagir. Depois que estiver pronto, molhe uma toalha limpa e esfregue nas partes sujas do seu animal de estimação.

Pode passar em cães, gatos e roedores. Evite o rosto, essa parte é melhor limpar apenas com um pano umedecido em água e mais nada. Os dois ingredientes dessa mistura são benéficos e não deixam cheiro depois que seca. Inclusive, o vinagre deixará seu pet com o pêlo brilhoso!

16. Não jogue fora a água do macarrão ou dos legumes cozidos

Quando cozinhar legumes, macarrão ou qualquer alimento que for feito em água, não jogue fora o que fica na panela. Essa água, além de reaproveitável, é super nutritiva.

Os alimentos, quando cozidos, soltam inúmeros nutrientes. Pode usar esta água para fazer sopas, arroz e outras receitas. Uma boa ideia é, se não vai cozinhar mais nada de imediato, congelar essa água para usá-la mais tarde.

Ou, se preferir, pode despejá-la em suas plantas e jardins. Mas fique atento, se for utilizar nas plantas, espere a água esfriar para não fazer mal à elas.

17. Apague as luzes

Para economizar água, é também preciso poupar energia. A eletricidade, muitas vezes, vem de usinas hidroelétricas. Por isso, habitue-se a apagar as luzes, desligar aparelhos eletrônicos das tomadas e evitar gastos desnecessários de luz.

Isso fará com que a sua conta de luz também baixe. O que é bom para o planeta, também é bom para o seu bolso!

Como ensinar seus filhos a economizar desde pequenos

As crianças não nascem sabendo que a água é um bem vital. É preciso ensiná-las a respeitar o planeta e poupar seus recursos naturais.

Mas nunca é fácil fazer isso, principalmente quando eles são muito pequenos. Comece estimulando-os aos poucos. Faça brincadeiras com intuito ecológico e procure sempre reforçar aquilo que também é dito na escola.

Não adianta as crianças aprenderem sobre a importância de economizar e reciclar, se em casa isso não é posto em prática. Quando se tratar de crianças maiores, acima dos seis ou sete anos, pode colar recadinhos bonitinhos perto de torneiras e vasos sanitários relembrando sobre a necessidade de economizar água.

Com os pequenos, pode tentar uma abordagem mais lúdica e com material infantil. Busque desenhos e programas que sejam voltados para a conscientização ambiental.

Tenha preocupação pedagógica genuína, as crianças notam quando estamos apenas tentando impor ou empurrar um assunto. Ou seja, sem ladainha!

Ao ver que seu filho está fazendo um uso inadequado da água, não grite. O ideal é sempre falar em um tom calmo, se abaixar, para ficar com a mesma altura da criança e olhando em seus olhos.

Reforce os motivos pelos quais o que ela está fazendo é errado. Aponte sempre soluções para os problemas que elas colocam. Isso fará com que elas cresçam cercadas de informação e sejam adultos preocupados com o mundo ao seu redor.

Brincadeira para economizar água

Quem tem mais de um filho sabe que a disputa pelo banheiro e pelo banho demorado é diária. Um boa ideia para mudar isso é criar uma competição entre os seus filhos para ver quem sai do banho mais rápido. Além de poupar água, você vai otimizar a sua rotina!

Primeiro, crie um painel onde pode anotar os nomes dos participantes e o tempo cronometrado. O ideal é deixar o desafio rolar por pelo menos uma semana.

Estipule regras e prêmios. Quem é que não gosta de ganhar algo fazendo o bem? Deixe o painel sempre à vista, de preferência, logo na entrada do banheiro. Assim, todos podem ver quem está ganhando.

Escolha prêmios bons. Crianças e adolescentes não gostam de se sentir enganados. Faça-os sentir especiais por estarem na competição.

É importante reforçar a sensação de que sem eles, isso não seria possível. Passar a responsabilidade sobre algo adiante é sempre um desafio para os pais.

Para ficar mais bacana, torne o jogo mensal e, ao final de cada ano, compare mês a mês quem teve a melhor evolução. Se puder, veja também quantos litros conseguiu poupar na sua conta de água.

Provavelmente, com esse alívio no bolso, você e sua família poderão fazer algum programa especial juntos. Afinal, economizar água também pode ser divertido!

 

 

Fonte: Folha de São Paulo e G1

Crédito das imagens: Unsplash e Pexels