Guia Prático

Como Escolher Uma Bicicleta de Qualidade?

Como escolher uma bicicleta adequada ao seu estilo?

como escolher uma bicicleta

Muita gente comete erros básicos na hora de comprar uma bicicleta. Entre eles, o mais banal é não se perguntar para qual finalidade você quer uma bicicleta nova. Por isso quando você se perguntar como escolher uma bicicleta, deve se perguntar também por que quer uma.

Você pode até estar em busca da melhor bicicleta até 600 reais, ou até da melhor bicicleta infantil, mas precisa saber como. O primeiro passo é mesmo você deve definir onde vai usar sua bicicleta. Você pode comprar uma para as seguintes modalidades:

  1. Bicicleta de cidade serve para: via urbana, ciclovia, prática de lazer e parques;
  2. Bicicleta de montanha serve para: estradas de terra, cicloviagem, mountain bike, trilhas, enduro e prática de downhill;
  3. Bicicleta de manobras serve para: BMX Race, BMX Pista e Dirt Jump;
  4. Bicicleta de estrada serve para: asfalto, velocidade, treino pesado, triathlon e prática de contrarrelógio.

Portanto, antes de sair comprando uma bicicleta cheia de acessórios e utilidades, convém definir como e quando vai utilizá-la. Do contrário, você pode estar jogando o seu dinheiro fora. Isso porque não adianta nada comprar um modelo caro para subir uma montanha se você mora na cidade e nunca viaja.

Pense em onde poderá usar a sua bicicleta. Faça perguntas a si mesmo, como: que horas vou pedalar? Onde quero pedalar? Por que estou procurando uma bicicleta?

Com que frequência pretendo usar a minha bicicleta? Se conseguir responder essas questões e tudo fizer sentido, então está na hora de comprar uma bicicleta.

Depois de definir o que você precisa, aposte em bicicletas leves e compactas, que possam ser facilmente guardadas ou transportadas. Isso evita que você tenha problemas mais tarde com o armazenamento da sua bike.

Dicas para escolher as melhores bicicletas para você

homem e mulher com bicicleta

Para comprar uma bicicleta é preciso ter em consideração outros fatores. Não adianta apenas querer e ter a certeza de que você fará uso da magrela. Saber como escolher uma boa bicicleta exige que você leve em consideração o seu tamanho e peso, o seu conhecimento do meio de transporte e até o quanto você sabe sobre leis de trânsito.

Muitas pessoas se esquecem, ainda, de uma pergunta importante. Como escolher uma bicicleta feminina? Como escolher uma bicicleta masculina? Muitos quadros das bikes são diferentes para ambos os sexos. Isso interfere muito na hora da compra.

Não é o mesmo que pensar sobre como escolher uma bicicleta ergométrica. Esse tipo é igual para todas pessoas, já que é ajustável. De qualquer forma, separamos algumas boas dicas para você não errar na hora da compra!

1. Corpo e quadro

Há quem diga que a bicicleta é como um sapato da Cinderella. Existe uma para cada pessoa que se encaixa perfeitamente. Um dos maiores erros de quem busca uma magrela nova é justamente não levar em consideração o tamanho do veículo em relação ao seu próprio tamanha e peso.

As bicicletas têm quadros com tamanhos apropriados à estatura do usuário. E é por isso que você não passa a vida toda com a mesma bicicleta.

O que muita gente não sabe é que a medida mais importante do ciclista é a altura que mede a distância do solo até às virilhas do atleta, sempre em centímetros.

O tamanho ideal do quadro é calculado através da seguinte fórmula: a altura das pernas, da virilha ao chão em centímetros X 0,66.

Por exemplo: se a medida de entre pernas for de 79 centímetros, a medida do quadro da bicicleta que deve comprar deve ser de 52 centímetros.

Saber isso permite a você fazer uma boa compra online, sem se comprometer depois!

2. Não pense no futuro

Você não pode comprar uma bicicleta de triathlon hoje pensando que daqui três anos vai começar a praticar o esporte. Assim como não faz sentido querer que seus filhos de seis anos vão até a vida adulta com a mesma bike.

Não adianta tirar as rodinhas. O quadro influencia, como vimos acima.

É melhor trocar de veículo de tempos em tempos, conforme as fazes da sua vida. Mais vale você ter tido várias bicicletas baratas muito usadas ao longo da sua trajetória, do que uma cara e intacta no armário, porque ainda não está pronto para usar.

3. Não se esqueça de verificar as marchas e freios

A marca do quadro nem sempre interessa. As marchas e os freios que são mais importantes quando se trata de verificar as melhores bicicletas. Procure reconhecer qual o fabricante das peças e quais as procedências dos materiais. Invista em materiais resistentes, como o alumínio e o aço de carbono.

4. Usada ou nova

Às vezes não compensa escolher uma bicicleta nova. Vamos fazer pouco uso ou a bicicleta será apenas para um certo trajeto que não tem percalços. Você pode, então, comprar uma bicicleta usada.

O que você precisa verificar sempre é a transmissão das marchas. Como? Olhe para os dentes do cassete e coroas. Cheque se eles estão com os dentes afiados ou finos demais. Se assim for, significa que já está na altura de trocar! Veja ainda se a corrente não fica com muitas folgas.

Se não tiver conhecimento do assunto, busque ajuda de um especialista. Na hora de comprar bike usada, não vale a pena fechar o negócio na internet. Como não tem garantia, é melhor jogar pelo seguro e testar o aparelho primeiro. Do contrário, você pode ficar sem bicicleta e sem dinheiro.

5. Antes de comprar, defina o seu orçamento

Quando você decidir pesquisar as melhores bicicletas, vai se deparar por milhões de modelos por variados preços. Antes de começar, é bom ter em mente um valor e quanto você deseja gastar. Isso vai reduzir as opções, tornando a escolha mais fácil e prática.

Se você busca uma bicicleta mais barata, seja sempre sincero com o vendedor. Em lojas, há opções para todos os tipos, gostos e principalmente bolsos.

6. Não deixe de comprar acessórios

acessórios para bicicleta

Ter uma bicicleta é ter uma responsabilidade. Ela não serve apenas para carregar você de um lado para o outro. A magrela precisa de atenção e manutenção.

É como um carro, se você não coloca óleo, não anda direito. Portanto, quando comprar a sua, busque os acessórios que vai precisar.

Opte por um kit de ferramentas, alguns tipos de óleos, materiais de limpeza, acessórios de segurança para andar à noite ou em ciclovias, entre outros. Não economize nisso, pode significar a sua vida!

7. Não compre a mais barata

Às vezes a gente vê uma promoção incrível e imperdível de bike a menos de cem reais. Claro que existe e pode até ser boa.

Mas será que é a ideal para você? Tem garantia? Comprar a primeira bicicleta mais barata que aparece pelo caminho é um grande erro.

Essa é uma compra que tem de ser pensada, elaborada e pesquisada. Só depois de reunir todos os dados sobre você e sobre as melhores bicicletas é que poderá concluir qual o modelo ideal. E com certeza não é nem a mais barata, nem a mais cara!

8. Aprenda a negociar

Ao comprar em loja ou ao escolher uma bike usada, aprenda a negociar. Nem sempre vale a pena parcelar, se você consegue um desconto enorme à vista, por exemplo.

Quando optar por uma bicicleta que não é nova, saiba pechinchar. Pode ser que o quadro tenha arranhões que valham alguns reais a menos.

Não tenha vergonha de pedir desconto. Este é um bem durável e caro, por esta razão não deve ser escolhido qualquer um. Seja persistente, mas sem ser chato. Se não der, não deu!

9. Depois de comprar, aprenda tudo e mais um pouco sobre a bike

Parabéns, você acabou de adquirir uma bicicleta. E agora? Você sabe limpar a corrente ou trocar a roda? E se furar o pneu? Pois é, não adianta apenas ter a bike.

É preciso também se tornar um mestre. Você pode fazer isso através de tutoriais no Youtube, cursos online, ajuda de amigos ou apenas estudando a sua bicicleta.

É importante que você conheça a sua magrela e saiba mexer nela. Nunca se sabe quando você pode precisar. Sabe como é, acidentes acontecem!

10. Seja um ciclista responsável

Agora que você já escolheu a sua entre as melhores bicicletas, seja prudente e responsável. Siga as leis de trânsito da sua cidade, use equipamento de segurança e respeite o pedestre.

Aliás, não se esqueça que você também é pedestre quando desce da bike.

Ser responsável significa também planejar bem as suas voltas de bicicleta pela cidade. Em se tratando do Brasil, principalmente, que está a cada dia mais inseguro e perigoso, vale a pena sempre saber onde você está pedalando.

Tenha cuidado e não se meta em qualquer rua, beco ou mesmo avenida que você não conhece só porque o GPS mandou.

Mas também não é por isso que você vai se privar de se divertir com sua bike. Pedalar é uma das atividades físicas mais divertidas e completas. Todo ciclista, seja profissional ou não, conhece bem o sentimento de liberdade que passear por aí com sua bicicleta significa.

Seja um exemplo, porque os seus filhos também aprenderão com você!

 

 

 

 

Crédito das imagens: Freepik